Chuvas causam tragédias no estado do Rio de Janeiro

 
Comentar
Tweetar
Share on Tumblr

Como está sendo de costume todas as vezes que falamos sobre chuva certo transtorno e pânico nas pessoas, pois naquele instante começam a ser recordado tudo que aconteceu no passado todas as tragédias , transtornos enfim coisas que deixaram muita dor dentre as famílias que tiveram suas casas destruídas por conseqüência de algo que parecia ser algo completamente inexistente para muitas pessoas.

E essas lembranças voltaram à tona nas ultimas semanas devido às mudanças climáticas que acontecem sempre à chuva chegou forte no estado do Rio de Janeiro e vem fazendo grandes estragos por lá, várias famílias que moravam nos morros da baixada tiveram suas casas arrastadas por causa da forte tempestade, muitas pessoas tentam salvar alguns tipos de utensílios domésticos, mas infelizmente a defesa civil diz que é praticamente impossível que isso seja realizado e aconselha a essas famílias que moram em áreas de risco que saiam de suas casas e que procurem um lugar mais seguro para que não venha a ser causado um estrago ainda maior.

O número de mortos está crescendo a cada dia que passa, pois a cada instante novas vitimas são retiradas dos escombros e do meio da lama, fazendo com que isso dificulte muito o trabalho das equipes que são preparadas para estar realizando esse tipo de resgate e no último dia 19 voltou a chover forte no estado onde alguns locais decretaram estado de calamidade e uma nuvem pode ser avistada e alguns meteorologistas disseram que poderia ser um tornado sendo assim assustou a muitos moradores, a área que está sendo mais atingida é a região serrana o corpo de bombeiros afirma que ainda pode obter pessoas soterradas embaixo dos escombros e por isso fazem buscas noite e dia, por isso ficam sempre alerta e devido à isso muitos bairros acabaram ficando sem energia.

GD Star Rating
loading...
Tweet

Comentar
Tweetar
Share on Tumblr

 
nextprev Artigos relacionados com Chuvas causam tragédias no estado do Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook